Colunistas

Filó Italiano 2019

Vitalina Maria Coletti [email protected]


Com o início da imigração italiana por volta do ano de 1875 ao Brasil, ao Rio Grande do Sul e especialmente na região da Serra Gaúcha, os imigrantes foram se instalando em terras oferecidas pelo Estado. Com o início da imigração italiana por volta do ano de 1875 ao Brasil, ao Rio Grande do Sul e especialmente na região da Serra Gaúcha, os imigrantes foram se instalando em terras oferecidas pelo Estado. 

Em 19 de maio do mesmo ano desembarcavam as famílias de Stefano Crippa, Luigi Sperafico e Tomazzo Radaelli que subiram a serra, abrindo caminho a facão e se instalando na Colônia de Nova Milano, hoje Farroupilha, batizando assim o local em homenagem à sua terra de origem Milão. Pouco tempo depois, ainda em 1875, vindos de Piemonte e Lombardia, e depois do Vêneto, se instalaram nas colônias Conde d'Eu, atualmente a cidade de Garibaldi e Dona Isabel, atualmente as cidades de Bento Gonçalves e Caxias do Sul. 

Ali passaram a viver da plantação de milho, trigo e outros produtos agrícolas e com a introdução do cultivo da parreira e produção do vinho na região tornou a vinicultura a principal economia dos colonos italianos. De suas terras italianas, os imigrantes trouxeram consigo sua cultura, seus usos, costumes e valores, os quais foram sendo adaptados com criatividade e conforme as possibilidades de cada família. Dentre tantos aprendizados dessa convivência uma das mais importantes contribuições foi o Filó.

Mas o  que é um Filó? O Filó consistia em um encontro de pessoas, entre amigos, vizinhos e familiares na casa de alguém, que na época, por falta de outras opções de lazer, encontravam-se com objetivo de rezar, dialogar, jogar, fazer trabalhos manuais, contar causos, cantar e, além disso, era um encontro onde buscavam forças para seguir adiante na dura jornada de árduo trabalho e penosas dificuldades.  

No dia 12 de julho queremos lhes proporcionar a vivência desta experiência de nossos antepassados participando do filó que anualmente é programado pela sociedade italiana e participação da nossa comunidade e de vários outros municípios. A música, os cantos, as anedotas, as brincadeiras e o bom vinho fazem a alegria do Filó.

Serão servidos pão, schmier, nata, queijo, salame, batata assada, rapadura, amendoim, pinhão, broddo, queijo ralado, coxinha assada, chás, leite, bolachas, cuca, bolo, grostoli, torresmo. Esperamos todos vocês, no dia 12, na Società, para juntos festejarmos e degustarmos as muitas variedades de guloseimas. Cartões do evento encontram-se na società com Martires: 3714-4880; telefone ou Whatsapp 99956 2152, e-mail acima ou com associados.Convidamos associados, cônjuges e amigos para o jantar mensal de quinta-feira, 13 de junho. Favor confirmar presença pelos telefones acima.                                                     

Una buona settimana per tutti. Abbracci!


Vitalina Maria Coletti

Comments

SEE ALSO ...