Geral

Muçum celebra 60 anos com vistas ao futuro

Administração Municipal faz sair do papel obras importantes para o desenvolvimento da cidade


- Divulgação

Muçum | O município de Muçum completa 60 anos hoje. Na visão do prefeito Lourival Seixas, "a cidade se desenvolveu como nunca nos últimos anos." Está em franco desenvolvimento e com ótimas perspectivas de melhorar em diversos setores, como o turismo, que com a realização dos passeios de trem em agosto, possibilitará um incremento em na economia. "Credito tudo isso ao trabalho em conjunto da Administração e comunidade."

Algumas das obras pretendidas, desde que assumiu em 2013, trabalhadas pela atual gestão municipal de Muçum, passaram a se concretizar desde 2018. Para isso, o poder Executivo destinou fatia considerável de sua arrecadação para contrapartidas financeiras, necessárias para resolução de uma série de iniciativas que contam com o auxílio de recursos do Governo Federal e do Governo do Estado.

De acordo com o setor financeiro da Prefeitura, desde o início do ano passado, cerca de R$ 500 mil foram destinados a este fim. Como exemplo, os mais de R$ 100 mil para aquisição de dois ônibus escolar.

Um dos feitos que demandou uso de recursos próprios, foi a aquisição do prédio escolar onde funciona o Colégio Alternativo. Para tal, saíram dos cofres públicos R$ 285 mil, deixando de pagar um aluguel de R$ 2,9 mil ao mês. São elencadas ainda, a abertura de novos poços artesianos no interior - em parceria com o Governo do Estado e que demandou investimentos próprios - e medidas que fomentam setores como o de turismo.

Entre as principais obras, estão a construção do Parque de Máquinas, a ampliação da Unidade de Saúde, a quadra coberta na Linha 28 de Setembro, a pavimentação de ruas e o incentivo à abertura de empreendimento voltado ao setor turístico.

Parque de máquinas

Uma das obras desejadas pela Administração Municipal desde que iniciou sua gestão, inaugurada na metade de abril deste ano, é o Parque de Máquinas. A obra, de mais de 1.500 metros quadrados, custará ao município mais de R$ 500 mil, via convênio com Badesul.

O local centralizará máquinas das pastas de Obras e Viação, Educação e Agricultura, em único espaço, localizado na Rua Rui Barbosa, no Bairro São José, em terreno sede de um antigo frigorífico, adquirido pela Administração Municipal em 2013. A iniciativa possibilita deixar de pagar aluguel de mais de R$ 2,7 mil aos locais onde são mantidos máquinas e veículos.

Ampliação da Unidade de Saúde

Em 2015, foi conquistado mais de R$ 220 mil, via emenda parlamentar do senador Paulo Paim, para ampliação da Unidade Básica de Saúde. No entanto, ao final, o custo será de R$ 267,8 mil, precisando de contrapartida do município.

A obra julgada pelo governo municipal como uma das mais importantes dos últimos anos, tendo em vista a necessidade e importância para população, iniciou em 2018 e deve ser inaugurada no próximo dia 31 de maio, aniversário da Princesa das Pontes.

São construídas 12 novas salas, resultando em um prédio de 208 metros quadrados. As repartições serão responsáveis por abrigar a farmácia, sede da pasta, consultório odontológico e salas de psicologia, agentes de saúde e reuniões, além do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF).

Compra de prédio escolar

O Colégio Alternativo abriga 115 alunos e 26 profissionais. Em 2018, o Poder Executivo desembolsou R$ 285 mil para efetuar a compra do prédio, que até então pertencia ao CNEC. A iniciativa possibilita que o município deixe de pagar o aluguel de R$ 3 mil por mês.
De 2013, quando iniciaram as tratativas, até firmar o contrato de compra, o governo municipal destinou R$ 175 mil para aluguel, recursos que agora podem ser empregados em reparos no imóvel.

O governo municipal acredita que a compra possibilita que o município tenha mais autonomia para realização da restauração estrutural do prédio, melhorando condições de ensino e trabalho dos profissionais.

Pavimentação de ruas
Quatro ruas foram pavimentadas em 2018, após conquista de mais de R$ 236 mil em recursos federais. O montante chegou a Muçum por meio de emenda parlamentar do deputado federal Danrlei de Deus, com auxílio do vereador Carlos Eduardo Ulmi.

São elas, as ruas Albino Klunk, Eliseu Lucca, João Piccoli e Lourenço Coletti, somando mais de 2,8 mil metros quadrados de pavimentação. No início deste ano, as quatro vias receberam a edificação de passeios públicos. Conforme o governo muçunense, além de melhorar o visual da cidade, a pavimentação de ruas oferece mais qualidade de vida aos cidadãos e melhor acessibilidade, acabando com a poeira e barro.

Quadra coberta na Linha 28 de Setembro

A Administração Municipal recebeu R$ 260 mil do Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte, para a edificação de uma quadra coberta na Linha 28 de Setembro. Cerca de R$ 10 mil desse valor são provenientes de recursos próprios da Prefeitura. Com isso, ainda neste ano, será aberto processo licitatório, devendo iniciar as obras ao longo de 2019.

A quadra será edificada onde operava uma escola e que, há algum tempo, estava desativada. A conquista contou com a intermediação do deputado federal Alceu Moreira. Além de útil para práticas esportivas, o espaço torna-se importante, também, para a realização de festividades locais e visto pelo governo de Muçum como um trabalho de combate ao êxodo rural, já que a Linha 28 de Setembro apresenta crescimento populacional, em virtude de investimento voltados à suinocultura.

Revitalização da Praça do Imigrante Italiano

Ao final de 2016, a Administração Municipal de Muçum foi comunicada acerca da conquista de aproximadamente R$ 250 mil para revitalização da Praça do Imigrante Italiano. O montante oriundo do Governo Federal, via Ministério do Turismo, chegou ao município após trabalho do governo municipal com novo apoio do deputado federal Alceu Moreira.

A obra que está em curso inclui a construção de uma quadra que, segundo o Poder Executivo, se tornará importante para atividades de lazer e promoção de encontros de ex-moradores e ex-funcionários do Batalhão Ferroviário, conforme já ocorreu algumas vezes. Além desta, a iniciativa prevê reboco e pintura de muros, novos bancos e calçadas, banheiros e a implantação de rampas de acesso para pessoas com deficiência física, mantendo a identidade visual do espaço, afim de preservar sua história.

Concurso Meu jardim mais bonito

O concurso "Meu Jardim mais bonito", uma realização da Administração Municipal, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Secretaria de Ação Social, Cultura, Turismo e Desporto tem apoio da Emater/RS- Ascar. A promoção ocorre no interior do município, com intenção de valorizar cuidados e dedicação de moradores direcionados aos seus jardins, além de fomentar o turismo, já que a liberação para visitação turística é um dos requisitos.

O julgamento considera itens como criatividade, ocupação de espaço, organização e cuidados, além de aspectos como cuidados com o gramado, animais e coleta correta de dejetos. A 2ª edição do concurso ocorre neste ano e está na fase de inscrições dos participantes.

Incentivo à abertura de café colonial

Por meio das pastas de Meio Ambiente, de Obras e Viação e Ação Social, Cultura, Turismo e Desporto, o governo de Muçum auxiliou a construção de um novo empreendimento de propriedade da família Brandão. O estabelecimento atende o público focado em servir café colonial, com opção de receber eventos (aniversários, formaturas e casamentos) e excursões turísticas.

Para a realização do empreendimento, localizado na Linha Santa Lúcia, em direção ao Viaduto 13, foram destinados licenciamentos, mão de obra para a construção, entre outras indicações. Para o governo de Muçum, iniciativas similares, quando acontecem, proporcionam o aumento da arrecadação orçamentária do município que, por sua vez, colabora diretamente no desenvolvimento de diversas áreas, como saúde, educação e infraestrutura.

Investimentos em saúde e auxílios ao hospital

O Hospital Nossa Senhora Aparecida recebe frequentemente auxílios da Administração Municipal para sua manutenção e investimentos necessários. Os recursos são via emendas parlamentares. E, para esta busca, há parceria com Poder Legislativo Municipal.

Foi assim quando, por meio do deputado federal Darcísio Perondi, com intermediações do vereador Mateus Trojan, conquistou-se o total de R$ 250 mil, divididos entre a compra de um aparelho para raio X e custeio de serviços. O vereador Mauro Cipriani foi importante para a conquista de R$ 200 mil, por meio do deputado federal Giovani Feltes. Este valor foi dividido entre a compra de um veículo e de alguns equipamentos ao hospital, entre eles um digitalizador de raio x.

Outro muçunense que presta auxílios à causa é o vereador Luiz Basseto, que, em parceria com o deputado federal Márcio Biolchi, destinou à entidade R$ 200 mil para custeio. O vereador Alberto Baronio, com o valor de R$ 100 mil, possibilitou a compra de diversos aparelhos hospitalares, por meio do deputado federal Afonso Hamm. O atual presidente da Câmara, Amarildo Baldasso, intermediou a conquista de outros R$ 100 mil, para compra de uma lavadora e secadora de roupas e um monitor multiparâmetros, via deputado federal Afonso Motta.

Cessão da Estação Ferroviária
Em 2017, no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, o prefeito Lourival de Seixas, assinou a cessão do prédio da Estação Ferroviária, no Bairro Santa Lúcia. Com isso, o governo de Muçum pode promover melhorias na estrutura do prédio e explorá-lo em ações turísticas.

A medida foi um passo importante para a resolução do projeto do trem turístico. O objetivo inicial é que entre o final de agosto e início de setembro realize-se alguns passeios de caráter comemorativo, entre Muçum e Guaporé. Cada viagem comportaria cerca de 450 pessoas, podendo ser realizado duas viagens por dia, totalizando 900 pessoas. Ao final, poderão circular pela região até 9 mil pessoas. A previsão é que Muçum seja um dos pontos de embarque e desembarque de passageiros.

Comments

SEE ALSO ...