Variedades

Roca Sales completa 64 anos e comemora aniversário com expectativas

Prefeito Amilton Fontana aponta que a cidade ainda tem muito a melhorar e indica novidade para o município a partir de amanhã

Créditos: Paulo Messa
RECEPÇÃO: túnel verde é atrativo para visitantes que chegam pelo acesso a Encantado - Paulo Messa

Roca Sales - Localizada às margens do Rio Taquari, na parte alta do Vale, Roca Sales completa hoje 64 anos de fundação. Uma data especial para os moradores e nascidos na Cidade da Amizade, distante pouco mais de 32 quilômetros de Lajeado e 140 de Porto Alegre.

Já foi chamada de Conventos Vermelhos, devido às águas barrentas do rio que banha a cidade. O nome é uma homenagem ao encontro dos presidentes do Brasil, Campos Sales, e da Argentina, Julio Argentino Roca. Colonizada por alemães, italianos e portugueses, Roca Sales foi criada em 18 de dezembro de 1954, mas instalada em 28 de fevereiro de 1955, contabilizando a partir daí sua emancipação.

No Vale, Roca, como é carinhosamente chamado, é o único município que explora a piscicultura com festa, com a realização da Exporoca e Fecarpa, que acontece neste ano de 9 a 11 de março, além de ter como uma das bases da economia o setor agrícola, a indústria alimentícia e de calçados, onde a Administração pretende ampliar investimentos.

Com uma população de aproximadamente 10.500 habitantes, Roca Sales também ganha destaque na preservação da história e nas belezas naturais. Cercada pelas serras do Vale, a cidade garante aos visitantes belas vistas e tranquilidade em meio ao verde.

Em entrevista ao jornal O Informativo do Vale pelo aniversário do município, o prefeito Amilton Fontana indica perspectivas para a cidade nos setores industrial, agrícola, de infraestrutura, e aponta que cortes nos custos estão sendo feitos para driblar as dificuldades financeiras.


Entrevista com o prefeito

O Informativo do Vale - O que esperar da Administração Municipal em termos de investimentos na cidade para este ano?

Amilton Fontana - Estamos com ótimas expectativas neste ano. Estamos trabalhando na infraestrutura da cidade, com pavimentações asfálticas em diversas áreas. Dia 1° de março começa a operar a usina asfáltica, que proporcionará o asfalto a um valor muito mais baixo. Com isso pretendemos fazer parcerias com os moradores e/ou bairros do município.

O Informativo do Vale - Quais as perspectivas do Município, mais especificamente no setor industrial e de empregos?

Fontana - Desde o nosso primeiro dia de administração viemos trabalhando para trazer novas indústrias para a cidade. Já fechamos parceria com uma indústria do ramo de calçados, a qual o município cedeu uma área de terra para a sua implantação. Existe o interesse de outras em se estabelecer na cidade, que já estão efetuando projetos para serem apresentados na Câmara de Vereadores. São empresas de diversos ramos, que proporcionarão empregos aos munícipes e desenvolvimento para a cidade.

O Informativo do Vale - Quais áreas/setores a Prefeitura tem dado mais atenção e por qual motivo?

Fontana - Estamos dando atenção especial às áreas da saúde e educação, pois são duas áreas que percebemos a maior necessidade de atenção para a população. Na parte da educação, percebemos uma busca intensa para vagas tanto na Educação Infantil quanto Ensino Fundamental. Hoje temos mais de 1.150 alunos inscritos na rede municipal, e todos precisam de atenção especial. Muitos dos moradores da cidade não têm condições financeiras de bancar um plano de saúde, dependendo completamente da saúde pública e por esse motivo estamos investindo mais nessas áreas.

O Informativo do Vale - Qual a situação atual da economia do município, dada a dificuldade do país neste quesito? Como a cidade está conseguindo lidar com a crise?

Fontana - Para lidar com as dificuldades da economia do município estamos tentando cortar custos desnecessários e tentando não desperdiçar o dinheiro público. Pelas dificuldades que existem não podemos planejar a longo prazo e nos reunimos diversas vezes no ano para ajustar o orçamento e assim conseguirmos fechar o ano positivamente.

O Informativo do Vale - Em 64 anos, o que o município tem a comemorar? O que precisa melhorar?

Fontana - Roca Sales tem muita coisa a comemorar nesses 64 anos. Nosso município desenvolve diversos projetos voltados à população e ao bem-estar dos munícipes, somos um dos municípios que mais se destacam no Vale do Taquari e isso é motivo para comemorar. Sabemos que existem coisas a serem feitas e estamos sempre no caminho para melhorar.

O Informativo do Vale - Roca Sales tem sido destaque pela exploração da piscicultura, especialmente em relação à Exporoca, evento que coloca o assunto em pauta. Como a Administração tem tratado o tema junto à comunidade do interior?

Fontana - Estamos investindo muito na piscicultura, no último ano efetivamos a abertura de 29 açudes para assim aumentarmos a produção, dando mais uma oportunidade de renda para o agricultor. Ao encontro dos programas de incentivo, temos a implantação das agroindústrias familiares, pelo Susaf, que proporcionará a venda dos produtos em todo o Rio Grande do Sul. Estamos implantando o consumo de peixe na merenda escolar, outra medida de incentivo ao consumo. Em 2012 já existia essa medida, que também oferece uma alimentação mais saudável para as nossas crianças. A Exporoca é uma vitrine do nosso peixe, onde podemos divulgar a qualidade do produto e da culinária local.

HISTÓRIA: moinho da empresa Cruzeiro do Sul foi tombado pelo patrimônio histórico em 20
04. É um dos prédios mais antigos da cidade, construído em 1943. Existe um porjeto de transformá-lo em uma casa de Cultura.

Comentários

VEJA TAMBÉM...