Variedades

Feiras do Peixe de Estrela tem retorno programado

Tradicional ponto de comercialização voltará a abrir suas portas no próximo dia 10

Créditos: AI Prefeitura de Estrela
- arquivo/Prefeitura de Estrela

Estrela - A Secretaria Municipal da Agricultura de Estrela (Smag) promoverá, em março, o retorno da Feira do Peixe, que ocorre na Praça Henrique Roolaart, junto a Feira do Produtor. A Smag e a Emater/RS-Ascar, parceria da secretaria no processo de retomada da feira e incentivo à psicultura, calculam a comercialização de até dez toneladas de peixe vivo ou já eviscerado ao longo do mês de março.

A primeira feira está programada para o próximo sábado (10), durante o turno da manhã, a partir das 7h. O cliente que não conseguir comprar seu peixe nesta ocasião terá outras três oportunidades: dia 24, 28 e 29 de março, mas então ao longo de todo o dia, a partir do mesmo horário. No dia 29 os peixes, apenas vivos, poderão ser comprados em outro tradicional ponto de comercialização, na Rua Max Henrique Erichen, na entrada do Bairro das Indústrias. Na Praça Henrique Roolaart os peixes podem ser comprados já limpos, com apenas um pequeno acréscimo no preço pela realização do serviço.

"É um grande momento para voltarmos a realizar a feira. Fazer com que as pessoas que gostam do bom e saudável peixe tenham o acesso mais facilitado ao produto e justo preço", destaca o secretário José Adão Braun. "É mais um exemplo de como o município sempre busca solucionar os entraves e incentivar todas as culturas, a diversidade no campo. Um sinal de que num contexto geral a nossa agricultura vive uma grande fase", afirma ele, ao se tratar isto de incentivos proporcionados, desde o início da gestão, por ações como o programa de Aquicultura e Irrigação e de parcerias como com a Emater.


Variedades e números

Na feira são oferecidos quatro variedades de carpas (capim; cabeça grande, húngara e prateada) e também tilápias. Apesar de ser a primeira edição do ano, a Smag calcula negociar números parecidos com a referida época no ano passado: até dez toneladas no somatório das quatro edições. "Temos um grande estoque. Serão realizadas recargas dos tanques ao longo do dia. As pessoas não precisam fazer fila para garantir seu peixe", destaca o secretário Braun. Os preços não deverão variar em relação aos do ano passado, quando ficaram entre R$ 8 e R$ 10 o quilo. Somente nas feiras, de acordo com o secretáriosão comercializadas de 25 a 30 toneladas por ano. A venda mais expressiva ocorre justamente na Semana Santa, quando um número maior de edições é realizado para atender a demanda. Mensalmente sempre ocorreram duas feiras, no segundo e último sábado. Caso o sucesso da feira se repita, o cronograma deverá ser mantido a partir de abril.

Braun lembra que Estrela é referência, no Vale do Taquari, na área de piscicultura. Hoje existem 90 produtores cadastrados à feira e outros 30 que realizam a cultura como produção secundária e que também participam. "E queremos incentivar, cada vez mais. Hoje a maior parte da produção ainda é decorrente da utilização de açudes, mas queremos fazer o incentivo aos tanques viveiros, de mais fácil manejo e manutenção, além de proporcionar uma segunda alternativa de produção às pessoas do campo", explica o secretário. Informações na Smag pelo telefone 3981-1055.

Comentários

VEJA TAMBÉM...