Esporte

Gre-Nal 420 quebra tabus na final do Gauchão

Se o Grêmio ganhar o título, será de forma invicta, o que não acontece desde 1965. Já se o Inter vencer, irá ser o primeiro título de Odair Hellmann

Créditos: Guilherme Rossini
PREOCUPAÇÃO: após avanços de Cortez e Everton, D'Alessandro pode dar lugar a Pottker, com a intenção de barrar a dupla do Tricolor - Lucas Uebel/Grêmio/divulgação

Porto Alegre - A noite de hoje será marcada pela disputa do Gre-Nal 420, que decidirá quem levará o título do Campeonato Gaúcho de 2019. O campeão será responsável pela quebra de tabus na história não só do clássico, mas dos clubes. Se o Grêmio conquistar o título, será de forma invicta, o que não acontece com o Tricolor desde 1965. A última vez que os azuis, pretos e brancos foram campeões regionais invictos foi há 64 anos. Mas, se o Internacional sair vitorioso da Arena, três tabus poderão ter sido quebrados. Um deles é o primeiro título de Odair Hellmann como treinador profissional, porém, para conseguir isso no tempo normal, o time terá que marcar no mínimo um gol e vencer a partida na casa do Tricolor, algo que nunca aconteceu enquanto Hellmann esteve no comando. Sob a batuta dele, o Inter sequer marcou um gol dentro da Arena.

Nos primeiros 90 minutos da decisão, Grêmio e Internacional pouco fizeram para duas equipes que desejam conquistar um título. O 0 a 0 no primeiro jogo proporciona a grande chance do Campeonato Gaúcho ser decidido nas penalidades.

 
Aproveitamento nas penalidades

Paulo Victor
Total de cobranças: 25
Gols sofridos: 20
Chutes defendidos: 5
Aproveitamento: 20%

Marcelo Lomba
Total de cobranças: 40
Gols sofridos: 34
Chutes defendidos: 6
Aproveitamento: 15%


Novidades para o jogo

Tanto Renato Portaluppi, como Odair Hellmann, vem repetindo as escalações no últimos jogos. Até mesmo as substituições vêm sendo as mesmas no decorrer das partidas. Porém, os últimos treinamentos de Grêmio e Internacional tiveram a utilização de dois atletas que estão jogando pouco por suas equipes. Luan e William Pottker treinaram entre os titulares após mudanças táticas dos treinadores nas sessões de treinamento.

Luan entrou na equipe como uma espécie de 'falso 9', atuando em flutuação no ataque, substituindo André e Felipe Vizeu. O jogador pode retornar ao time depois de ser afastado do time com a alegação de um 'déficit físico' em relação aos outros atletas. Já William Pottker poderá substituir D'Alessandro pela direita do ataque, com o intuito de conter as subidas de Bruno Cortez e apoiar Zeca na marcação de Everton.

Com a Arena lotada, Grêmio e Internacional decidirão o título do Campeonato Gaúcho na noite de hoje, às 21h30min. A partida deve ser quente, principalmente depois dos depoimentos de atletas, dirigentes e treinadores da dupla em relação a discussão de Renato Portaluppi e Victor Cuesta, que transcendeu o campo de jogo.


Paulo Victor e Lomba nos pênaltis

O momento do goleiro, isso é o que melhor define a disputa por pênaltis. Quando a partida acaba e está para ser decidida dessa forma, é a hora do goleiro colocar o nome da história do clube, ser o herói da partida e da conquista. Paulo Victor e Marcelo Lomba tem uma história parecida no futebol. Os dois foram revelados para o futebol profissional pelo Flamengo, mas nunca se firmaram como titulares do time carioca. Com lesões e transferências dos goleiros da dupla Gre-Nal, os arqueiros de 32 anos assumiram a condição de número um de seus times.

Com o empate no primeiro jogo e a grande possibilidade do Gauchão ser decidido nos pênaltis, como em 2011, ainda no Estádio Olímpico, os dois podem ser decisivos para seus times e os heróis de seus torcedores. Com isso, na noite de hoje, o destino da dupla pode estar na mão de Paulo Victor e Marcelo Lomba.

 

Comments

SEE ALSO ...