Política

Câmara de Estrela aprova doação de área para moradias populares

Terreno deve receber prédio para retirar famílias que vivem em área de risco

Créditos: Matheus Aguilar
PLENÁRIO: assistência foi formada principalmente por moradores do Bairro Pinheiros - Matheus Aguilar

Estrela - A sessão de ontem da Câmara de Vereadores de Estrela aprovou cinco Projetos de Lei. Dois deles renderam mais discussão. O 018-02, que autoriza o Executivo a doar área ao Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), administrado pela Caixa Econômica Federal, e o 021-02, que autoriza o Município a contratar operação de crédito com o Badesul até o limite de R$ 4 milhões para obras de infraestrutura.

Com exceção do Projeto de Lei 018-02, que teve um voto contrário do vereador Norberto Fell (PPS), todos os demais foram aprovados por unanimidade. O texto prevê que a área de 1680 metros quadrados, localizada no Bairro Boa União, seja destinada à construção de moradias populares no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida. A previsão é de que 80 a 100 apartamentos sejam construídos no local. As famílias beneficiadas serão as que vivem atualmente em áreas de risco próximas ao Rio Taquari. Na justificativa para ser contrário ao projeto, Norberto destacou as questões legais envolvendo a doação. "Penso ser importante deixar isso esclarecido. Falei na tribuna que seria favorável, mas fui mais a fundo na pesquisa sobre a legislação e mudo meu voto, mesmo sabendo que o projeto será aprovado", afirmou.

Volnei Zancanaro (PR) também falou do risco jurídico, mas foi favorável. "É uma área institucional e se corre o risco da obra ser embargada lá na frente e até ter outras consequências para nós. Tivemos pouco tempo para analisar e fazer as correções necessárias. Mas a necessidade de se retirar as famílias dessa área de risco faz com que eu seja favorável", explicou. Márcio Mallmann (PP) agradeceu o esclarecimento feito pelos colegas e frisou ser favorável pela nobreza do projeto. Tiago "Chicó" Lehnen (PSDB) comentou que o prédio a ser construído no local vai diminuir o número de atingidos por cheias. "Essa é uma das razões pelas quais voto a favor", afirmou. Já Ernani Castro (MDB) foi duro com quem votou contra. "Só pode ser contra esta proposta quem nunca passou necessidade", ressaltou.

 

Pavimentação

A votação do Projeto de Lei 021-02 mobilizou a comunidade do Bairro Pinheiros. Moradores da região lotaram o plenário e vibraram com a aprovação unânime da autorização para contratação de operação de crédito da Prefeitura com o Badesul. Com os recursos, será pavimentada a Avenida Guilherme Siepmann, via que interliga a RSC-453 com a BR-386, e recapear a Avenida Rio Branco.

 

Área recebida

Também foi aprovado o Projeto de Lei 015-02, que autoriza o município a receber em doação, com encargos, o terreno e o prédio de alvenaria onde ficava a sede de Associação de Moradores do Bairro da Vila São José. A situação financeira precária da associação, sem recursos para se adequar às normas de segurança, fez com que se optasse pela doação. O local possivelmente será sede da Associação dos Cervejeiros Artesanais no futuro.

 

Tribuna livre

A Tribuna Livre foi utilizada ontem para se fazer um balanço da exposição sobre os 100 anos do cineasta Alberto Ruschel, que aconteceu entre 20 de fevereiro e 1º de março.

Comentários

VEJA TAMBÉM...