Polícia

Videomonitoramento reduz em 84% os roubos a comércio

Redução de crimes foi tema da sessão da Câmara de Vereadores da segunda-feira

Créditos: Caroline Garske
Tenente Gravina utilizou o espaço da tribuna livre da Câmara para falar sobre os índices - Câmara de Vereadores de Estrela/divulgação

ESTRELA | o município Estrela comemora o resultado positivo do comparativo entre o primeiro semestre de 2018, quando o município não havia implementado o sistema de videomonitoramento, e o mesmo período deste ano, com a cidade já utilizando a tecnologia. Segundo dados da Brigada Militar (BM), sete tipos crimes apresentaram redução em seus índices. O maior deles, foi o de roubo a comércio, que reduziu em 84% em 2019.

Os dados disponibilizados pela Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP-RS), por meio da BM, foram tema na sessão da Câmara de Vereadores de Estrela na segunda-feira. Conforme o tenente Edilnei Vandré Gravina, do 40º Batalhão de Polícia Militar (40º BPM) de Estrela, a redução de roubo a comércio, por exemplo, é uma consequência clara da eficiência dos equipamentos. "Tem uma ligação direta, porque a maior parte do comércio está próxima às áreas do videomonitoramento", explica Gravina.

Além da redução em assaltos a estabelecimentos comerciais, foram destacados também reduções em furtos de veículos, furtos e arrombamentos, homicídios, roubo a pedestre e a residências. O representante da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (Seplade), Adilson Heleno da Silva, também utilizou o espaço da tribuna livre para a prestação de contas a respeito do investimento que é feito há um ano. "Hoje o videomonitoramento tem um custo de R$ 25 mil mensais de manutenção", contabiliza. Segundo Silva, atualmente a zona urbana tem 20 pontos de videomonitoramento distribuídos pela cidade. "Esses pontos foram definidos junto à Brigada Militar, porque é por meio do efetivo da BM que temos os dados de onde ocorrem as principais ocorrências."

O sistema foi instalado em Estrela no final de julho do ano passado e a sala de operações fica no prédio do 40º BPM. O projeto contempla também o treinamento de servidores.

Comments

SEE ALSO ...