Polícia

Mulher é presa por furto de energia em templo

Créditos: Redação
- Polícia Civil/divulgação

Gravataí - Uma mulher de 28 anos foi presa em flagrante por furto qualificado de energia elétrica durante uma ação da Polícia Civil na manhã de sexta-feira (12), no Distrito de Morungava. A Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio das Concessionárias e os Serviços Delegados (DRCP), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), constatou o furto de energia no templo do homem preso por suspeita de envolvimento em um suposto ritual satânico com a morte de duas crianças. Conforme a polícia, a mulher presa é proprietária do local.

Os policiais acompanhavam os técnicos da concessionária de serviço público (RGE) em fiscalizações na região, quando verificaram a ligação clandestina de energia elétrica. A ação faz parte da Operação Blecaute. De acordo com a Polícia Civil, o furto de energia provoca perdas na rede e prejuízos à população, queda na arrecadação de impostos e também gera perigo e instabilidade na rede energética.

Comentários

VEJA TAMBÉM...