Polícia

Mudança de posto policial motiva protesto

Manifestação foi em repúdio à possível transferência do Grupamento Rodoviário da Brigada Militar da localidade de Amoras, em Taquari, para Estância Nova, em Venâncio Aires

Créditos: Lucas George Wendt
MANIFESTO: população da localidade é contrária à mudança do posto para Venâncio Aires - Cláudia Palagi/Divulgação

Taquari - Moradores dos municípios de Paverama, Taquari e Tabaí estiveram reunidos na manhã de sábado para protestar contra a possível transferência do Grupamento Rodoviário da Brigada Militar, instalado na localidade de Amores. Por meio da divulgação de um abaixo-assinado, a comunidade pede a permanência do posto em Amoras.

A professora Cláudia Palagi atua em uma escola na localidade de Amoras há 18 anos e diz que a comunidade sabe da proposta de mudança desde o ano passado. Uma das pessoas que está à frente do movimento, se diz preocupada com a situação e esclarece que o objetivo da manifestação foi o de "buscar juntamente com as lideranças políticas apoio para que o posto de Amoras não saia de onde está".

Além do protesto, circula pelas cidades de Tabaí e Taquari um documento que tem a intenção de reunir assinaturas dos cidadãos contrários à mudança. "Tanto a comunidade de Amoras como as demais sofrerão ainda mais pela falta de segurança", diz Cláudia.

Ela afirma que autoridades executivas e legislativas dos municípios envolvidos já foram à Secretaria da Segurança Pública (SSP) do RS solicitar esclarecimentos do secretário Cezar Schirmer. "Nos encontramos apreensivos e aguardamos respostas oficiais sobre o que realmente poderá acontecer", relata.

O posto está situado às margens da RSC-287, que liga Montenegro a Santa Maria. Para a comunidade, a permanência do posto significa além de mais segurança, o combate à criminalidade na região, o controle das irregularidades no trânsito e, também, do tráfico de drogas - crescente nas localidades adjacentes à de Amoras.

Os moradores querem, além da garantia da manutenção do espaço no local, investimentos em efetivo suficiente para o atendimento das demandas e, também, a extensão do posto para o pórtico de entrada de Taquari - local que tem sido constante cenário de assaltos na cidade.

"A certeza que temos: a 'PRE' de Amoras é de extrema importância para todos e contamos com o apoio das autoridades municipais e estaduais para que essa situação não se concretize", finaliza Cláudia.

Comentários

VEJA TAMBÉM...