Inter

Copa do Brasil, o desafio Colorado

Inter busca título que não ganha desde 1992, mirando também a fantástica premiação

Créditos: Redação
PRONTO: grupo colorado treinou antes da viagem para a cidade de Cascavel-PR - Ricardo Duarte/Inter divulgação

Cascavel - A Copa do Brasil de 2018 começa às 19h30min de hoje para o Inter. No Estádio Olímpico Regional, encontrará um ambiente caseiro. Na região colonizada por gaúchos, o Colorado terá torcida praticamente exclusiva diante do Boavista de Saquarema (RJ), que jogará longe de sua casa por ter vendido o mando de campo do duelo para empresários. O adversário tem em sua trajetória um fato pitoresco: no fim do ano passado, passou uma temporada treinando em Dubai.

Sem vencer o torneio desde 1992, quando conquistou o único título, o Inter entra em campo com o objetivo de voltar a conquistar um campeonato nacional e de olho na valiosa premiação oferecida pela CBF.

O retrospecto do Inter na primeira fase da Copa é animador. Desde 1989, o aproveitamento é de quase 70%, com 14 vitórias, seis empates e apenas três derrotas em 23 participações. E o favoritismo do time comandado por Odair Hellmann aumentou na véspera do jogo desta noite, pois o Boavista, que busca uma vaga para as semifinais da Taça Guanabara, decidiu que escalará um time misto. Na condição de visitante, o Colorado se classifica com um empate.

Ontem, na última atividade antes da viagem para o Paraná, Hellmann indicou que Cláudio Winck será o lateral-direito e confirmou o retorno de Camilo. A formação provável terá; Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Klaus, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado e Edenílson; William Pottker, D'Alessandro e Camilo; Leandro Damião.

Comentários

VEJA TAMBÉM...