Geral

O ano será regido pelo orixá Bará, o dono da chave, o que abre caminhos

Mãe Heloísa de Oxum apresenta previsões para o Brasil por meio dos búzios

Créditos: Carolina Schmidt
BÚZIOS: mãe Heloísa traz previsões para o cenário nacional - Lidiane Mallmann

Lajeado - Este novo ano, será regido pelo orixá Bará. Ele é o começo de tudo, o dono da chave e o senhor dos caminhos. A entidade também lança a sorte e as facilidades nas estradas da vida. "Ele é um orixá de comando e traz outros do panteão africano. Tudo começa com Bará e termina com Oxalá. Ele também busca outros orixás para trabalharem dentro de uma situação", explica a mãe Heloísa de Oxum, que está na religião há mais de 40 anos.

Ao lado de Bará, segundo ela, também vêm para comandar o ano: a mãe Obá, que é dona da prosperidade; Ossaim, ligado às ervas; Iansã, que busca glórias e vitórias; e Xangô, que está presente nas demandas ligadas com a Justiça. "Sem Bará, não fizemos nada e por isso que ele vem acompanhado pelos demais." Consultando os búzios Mãe Heloísa faz previsões para o cenário nacional em 2018.

Para o ano de 2018, mãe Heloísa de Oxum deixa a seguinte mensagem: "Que as pessoas pensem bastante em toda e qualquer tipo de situação que venham para confrontar o ser humano. Reflitam sobre a intolerância, pensem na união dos povos. É preciso respeito e mais união. Estamos aqui hoje, mas amanhã, podemos não estar, por isso, não podemos levar culpa nenhuma no momento da partida. Esse é o caminho da evolução, pois somos todos filhos do mesmo pai."

Política
O ano será de muitas mudanças e mais decepções no cenário político. "Não vamos ter solução adequada e satisfatória para o povo brasileiro. Muita coisa ainda terá que se direcionar para ter um senso político, haverá ainda muita discussão." De acordo com ela, como ainda não há ninguém apto ou capaz para assumir o país, Bará irá mostrar um caminho. "Posso adiantar que, no momento da eleição, a disputa será acirrada e irá nos desgastar. Outra questão é que muitas pessoas não irão votar, por conta da insatisfação. Teremos muito votos brancos e nulos."

Catástrofes
Será um ano de grandes catástrofes climáticas, cada vez mais acentuadas, em virtude das temperaturas, desmatamentos e das atitudes maléficas que prejudicam a atmosfera. "Teremos muitos fenômenos, pois os elementos da natureza estão cada vez mais revoltados com o planeta. Isso também causa um desequilíbrio no espaço espiritual, por lidarmos com a água, terra e ar. Está tudo fora de equilíbrio e é motivo das catástrofes." As previsões apontam que ocorrerão um número maior de acidentes de trânsito e aéreos. Inclusive, haverá uma tragédia por via marítima que trará grandes perdas de uma embarcação considerável. O ano ainda será marcado por incêndios.

Copa do Mundo
"Como será um ano de Copa do Mundo, o brasileiro pode não ter dinheiro, mas para ver o jogo e fazer o churrasco, terá." Em relação à Seleção Brasileira, ela diz que a equipe terá visibilidade, chegará até as fases finais, mas, que, provavelmente, não levará a taça.

Artistas
A mãe Heloísa de Oxum também prevê que, neste ano, haverá grandes perdas de artistas jovens e com meia-idade. "Eles irão sofrer acidentes de trânsito e terão mal súbito em função das drogas. Isso vai se agravar e irá causar muita destruição."

Saúde
Além de um tratamento eficaz para a Aids, já anunciado, ela destaca que os medicamentos para o câncer também irão ter uma significativa evolução. "Isso já existe, mas está fechado a sete chaves por interesses de outras pessoas. Esse tratamento será um grande avanço e pode salvar muitas pessoas."

Economia
A agricultura brasileira vai ser favorável e contribuir para que a economia vá para um lado positivo. De acordo com ela, as chuvas serão moderadas e o clima, ameno. De acordo com ela, a partir de outubro, a situação começará a melhorar ainda mais. "A agricultura trará bons resultados, pois não teremos grandes perdas no plantio." Por outro lado, ela destaca que a inflação irá subir e afetará alimentos de primeira necessidade. "O país também vai atrás de soluções, pois foi até o fundo do poço. Vamos perder muito, ainda, pois estamos sendo negociados com outros países, entregando as fortunas que ainda temos em cima de negociações."

Relacionamentos
O ano também será dos namoros, encontros, flertes - leve e solto para as situações amorosas. "Os sentimentos estarão aguçados, o amor estará aquecido. Será um ano quente para o amor." No entanto, para os casais que não estão felizes, a separação também virá à tona. "Mesmo sendo um ano de fortes sentimentos, as relações que não estarão fortes ou sólidas, também serão fáceis de serem dissolvidas. Em 2018, as pessoas também usarão mais seu livre arbítrio e farão as escolhas sem medo. Conforme ela, as pessoas também não estarão dispostas a perdoar, mas sim a revidar nas relações de amor e amizade.

Comentários

VEJA TAMBÉM...