Geral

Colégio Presidente Castelo Branco encerra aulas do ano letivo de 2017

Atividades em uma das maiores escolas da rede estadual da região serão retomadas em 12 de março

Créditos: Thaís Presser
ENCERRAMENTO: ano letivo termina hoje no Castelinho, com completa recuperação dos dias em que houve greve - Lidiane Mallmann

Lajeado - O Colégio Estadual Presidente Castelo Branco encerra hoje o ano letivo de 2017. O Castelinho precisou ampliar o período de aulas devido à greve dos professores, deflagrada no ano passado. A diretora Evenize da Costa Pires destaca que todos os dias perdidos com a paralisação foram recuperados. "Foi um processo muito positivo e produtivo, até nos surpreendeu. Todos educadores trabalharam e recuperaram a carga horária. O número de alunos que compareceu também foi satisfatório." Neste último dia, os docentes se reúnem para fazer uma avaliação, planejar e organizar as aulas de 2018.

Evenize salienta que, para cerca de 800 alunos, o reinício das aulas ocorre em 12 de março. "Neste ano vamos tentar equilibrar o calendário com as outras escolas da região. Seguiremos a orientação da 3ª CRE (3ª Coordenadoria Regional de Educação), e ainda estamos discutindo alguns detalhes."

A titular da 3ª CRE, Greicy Weschenfelder, agradece aos estudantes e responsáveis pelo envolvimento na etapa de recuperação. "Queremos fazer uma menção especial aos pais, pois eles incentivaram os filhos para ir à escola. Mesmo diante de todas intempéries, como o calor do início do ano e a desconstrução do calendário de férias, as salas estavam cheias, com alunos comprometidos." A compensação dos dias letivos foi necessária em 12 escolas abrangidas pela CRE.

Érico Veríssimo

De acordo com a diretora da Escola Estadual de Educação Básica Érico Veríssimo, Denise Sandri Labres, as atividades seguirão até o próximo sábado. Com isso, o colégio será o último a finalizar o ano letivo de 2017. "Temos aulas normais durante a semana e, no sábado, ocorre a entrega de resultados." Ela destaca que todas atividades programadas durante o período de recuperação transcorreram dentro da normalidade.

Denise conta que o retorno dos professores ocorre dia 14, e dos alunos, um dia depois 15. E que o ano letivo de 2018 será diferenciado. "Teremos que recuperar os dias que estamos retornando mais tarde, e isso será feito nos sábados, dentro do calendário orientado pela 3ª CRE." A diretora explica que, em alguns haverá aulas e, em outros, eventos. "Temos três turnos, com cerca de 750 alunos. Cada um dos terá aula em um sábado, então serão muitos dias de recuperação."

Comentários

VEJA TAMBÉM...