Geral

Árvores tiradas da Benjamin Constant

Prefeitura fará a supressão de cinco exóticas que oferecem risco de tombar


LAJEADO | A Prefeitura de Lajeado, por meio das secretarias do Meio Ambiente (Sema) e Obras e Serviços Públicos (Seosp), iniciou a supressão de cinco árvores exóticas da espécie Ligustro em frente à unidade do INSS, na Avenida Benjamin Constant, no centro da cidade. Conforme a engenheira florestal da Sema, Sabrina Marques Wolf, as árvores estão com seu estado fitossanitário comprometido, apresentando risco de tombamento. "As árvores estão bem debilitadas, com raízes superficiais e tronco com apodrecimento de madeira", destaca Sabrina. Por oferecerem risco à vida dos pedestres que por ali passam, a Sema recomendou a supressão das cinco árvores - duas delas já foram retiradas. Além disso, as raízes superficiais das árvores levantaram o calçamento público, que será reformado.

Como medida compensatória, será feito o plantio de cinco mudas, com opções das seguintes espécies: Araçá (Psidium cattleianum), Camboim (Myrciaria tenella), Goiaba serrana (Acca sellowiana), Pitangueira (Eugenia uniflora), Primavera (Brunfelsia pilosa) ou Quaresmeira (Tibouchina sellowiana). O alvará de licenciamento para o referido manejo florestal é o de nº 095-03/2019, de 03/06/2019, que estabelece o prazo de 365 dias para o plantio das mudas.

Comments

SEE ALSO ...