Geral

14° Rodeio Crioulo Estadual reúne mais de 9 mil pessoas

Competições artísticas e campeiras foram realizadas no evento que teve início na quinta-feira em Encantado

Créditos: Caroline Garske, Marcel Lovato
Provas de tiro de laço foram realizadas entre quinta-feira e ontem - Caroline Garske

ENCANTADO | Em mais um ano, o 14° Rodeio Crioulo Estadual do Grupo de Artes Nativas (GAN) Anita Garibaldi mostrou a força do tradicionalismo na região. O evento, que teve início na quinta-feira e seguiu até ontem, foi realizado no Parque João Batista Marchese, em Encantado.

De acordo com o patrão do Anita Garibaldi, Adilar Belotti, mais de 9 mil pessoas prestigiaram as atividades. Durante a abertura oficial, realizada na noite de sexta-feira, Belotti destacou que o rodeio é uma oportunidade de celebrar o tradicionalismo e vivenciar a cultura regional. Ele ressaltou ainda que a integração entre participantes permite fazer novas amizades e garantir a manutenção dos costumes gaúchos, especialmente para as futuras gerações. Além disso, manifestou o alto número de inscrições de delegações de dezenas de municípios, o que, segundo ele, "é uma prova da importância e do respeito conquistados pelo Rodeio Crioulo".

Ao saudar o evento, o vice-prefeito de Encantado, Enoir Cardoso, parabenizou a organização e sublinhou que a atração campeira possui lugar cativo no calendário de atividades do município. Já o presidente da Câmara de Vereadores, Luciano Moresco (PT), definiu o momento como "sublime" e apontou a receptividade e o tratamento familiar como características do povo encantadense.


Laço Piá

O paveramense Mateus Dickel (9) começou a laçar há cinco anos. Treinando desde muito pequeno em um cavalo de madeira, o menino foi o campeão da categoria Laço Piá, prova realizada na manhã de sábado. Ele conta que quando laça fica nervoso, mas que a emoção de ganhar o troféu é maior.


Entre amigas

As amigas Juliana Cuciolli, Cláudia Capitani e Francielli Valandro levaram seus pequenos para aproveitar o 14° Rodeio Crioulo Estadual do Grupo de Artes Nativas Anita Garibaldi entre amigos. Francielli, que participa da parte campeira do evento, levou os filhos Maria Luiza Valandro e Luiz Otávio Valandro, que tem apenas três meses e já prestigia o seu primeiro rodeio.

Juliana Cuciolli, que é mãe de Vitória Giacomelli (10), 1ª Prenda Mirim da 24ª Região, também participa todo ano, só que nas atividades artísticas. Juliana conta que a filha tinha apenas 5 anos quando começou a dançar e se dedicar ao tradicionalismo gaúcho. "Foi uma conquista para ela, de verdade, porque é muito estudo, só quem acompanha que sabe", comenta. A pequena Vitória, que ganhou a faixa em disputa deste ano, conta que passou por prova artística, escrita, oral e folclórica. "Fiquei muito feliz. Foi muito emocionante", relembra.

 

 

Comments

SEE ALSO ...