Economia

Governo mantém decreto sobre leite importado

Estado cedeu após pressões realizadas nas últimas semanas

Créditos: Lucas George Wendt
- Divulgação

Porto Alegre - Nesta quarta-feira (21), o Estado decidiu por manter o decreto que prevê ICMS de 18% sobre o leite que é exportado ao Brasil. Instrumento venceria no próximo dia 28, e a sua manutenção garante menor volume de leite estrangeiro circulando no país - aspecto saudado como positivo por produtores e representantes em meio à possibilidade de colapso da cadeia. Além disso, entidades regionais - entre elas Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Emater, Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) e Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) - estiveram reunidas com o Grupo de Trabalho (GT) da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembleia Legislativa, na manhã da quarta. O movimento, de caráter estadual, liderado pelo deputado Zé Nunes é uma das frentes que discute a sustentabilidade da cadeia leiteira, que passa por crise profunda no RS. Ao final do encontro, Nunes entregou ao secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Branco, documento inédito de moção pela crise elaborado por entidades do Vale.

Confira a reportagem completa na edição de amanhã do jornal O Informativo do Vale.

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...